Módulos - António Cavaco

Encontro dos ferromodelistas da zona do Algarve e não só
Responder
Avatar do Utilizador
Joao Joaquim
Moderador Global
Mensagens: 3866
Registado: 30 Dez 2008, 23:55
Localização: Gaia
Contacto:

Tópico dedicado aos módulos construídos por António Cavaco.
Cumprimentos,
João Joaquim

Comboios em Portugal | Flickr - João Joaquim
    Avatar do Utilizador
    toze45
    Participante
    Mensagens: 118
    Registado: 23 Fev 2009, 15:47
    Localização: Palmela

    Boas,

    As medidas de restrição à despesa, vetaram a aquisição da via e motores da Tillig.
    Isto, aliado à recente disponibilidade de agulhas e motores devido ao desactivar da minha maquete, levaram a que, seja forçado a utilizar este material.

    Assim, teremos agulhas e vias Roco, sendo os motores das agulhas, laterais.

    Anexas 2 fotos dos 2 primeiros módulos, entrada na estação do lado de Faro, em finalização de electrificação das vias.

    Cumprimentos,
    A.Cavaco
    Não tem Permissão para ver os ficheiros anexados nesta mensagem.
    racia
    Participante
    Mensagens: 671
    Registado: 14 Fev 2009, 19:40

    Boa tarde,

    já verificou se esses motores de agulhas permitem ser instalados de "cabeça para baixo"? Se assim for ficam mais ou menos à face do leito da via e mais fáceis de camuflar.

    Abraços
    rp
    Avatar do Utilizador
    toze45
    Participante
    Mensagens: 118
    Registado: 23 Fev 2009, 15:47
    Localização: Palmela

    racia Escreveu:Boa tarde,

    já verificou se esses motores de agulhas permitem ser instalados de "cabeça para baixo"? Se assim for ficam mais ou menos à face do leito da via e mais fáceis de camuflar.

    Abraços
    rp
    Boas,

    Nunca experimentei.
    As agulhas estão preparadas para levarem, no futuro, motorização por baixo.
    De qualquer forma, grato pela ideia.

    Cumprimentos,
    A.Cavaco
    racia
    Participante
    Mensagens: 671
    Registado: 14 Fev 2009, 19:40

    toze45 Escreveu:
    Boas,

    Nunca experimentei.
    As agulhas estão preparadas para levarem, no futuro, motorização por baixo.
    De qualquer forma, grato pela ideia.

    Cumprimentos,
    A.Cavaco
    Eu recordo-me que algumas marcas publicitavam essa possibilidade. E cheguei a experimentar, mas à escala N, com as agulhas da Arnold. O mecanismo instalava-se na posição clássica, lateral à agulha, mas de "pernas para o ar" e encaixado numa ligeira depressão feita no tabuleiro (ou na cortiça). O topo da caixa do mecanismo ficava à face com o plano da via sendo fácil de disfarçar.

    Sobre as Tillig, são realmente superiores em aspecto mas tambem mais caras. Por outro lado, é como as Peco e as outras marcas; não reproduzem uma via que se pareça com a usada em Portugal. No tópico sobre o módulo "A-dos-Torresmos", o Mário Alão chamou a atenção para as Weinert Mein Gleis (http://mein-gleis.de/). Tambem não reproduz a via da CP, mas está mais perto, nomeadamente no posicionamento das travessas, e são totalmente compatíveis com a Peco 75 e batem-na por KO em aspecto. Os preços até que não são muito diferentes, 5.22 EUR pela flexível de 92cm...

    Abraços
    rp
    Cosmin
    Participante
    Mensagens: 442
    Registado: 16 Dez 2011, 01:03
    Localização: Vila Nova de Gaia

    Os motores de lado podem ser fixados para que fiquem abaixo da superficie, ou seja, ficam abaixo do nivel inferior das solipas.Para isso é preciso utilisar para um desvio a esquerda o motor de um desvio a direita, pois o motor vai ficar invertido

    .Mas esse tipo de troca , so funciona bem nos motores de lado Fleischmann.

    Nos motores da Roco, o problema principal reside na ligaçao motor-agulha, pois a peça que faz movimentar as agulhas ja se encontra fora do alcance e a alavanca dentro do motor ja nao pode ser montada junto a essa peça.
    Responder